Novas receitas

Alerta de cerveja: O NYC Craft Beer Festival está chegando neste fim de semana

Alerta de cerveja: O NYC Craft Beer Festival está chegando neste fim de semana


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O grande evento chegará ao Pavilhão Metropolitano nos dias 24 e 25 de março

O festival decorrerá em três sessões.

Ama cerveja? Procurando a oportunidade de provar mais de 150 cervejas, sidras e hidromel de 75 cervejarias diferentes, tudo em um só lugar? Em seguida, prepare-se para um dos maiores eventos anuais de cerveja da cidade de Nova York: o NYC Craft Beer Festival, chegando ao Metropolitan Pavilion nesta sexta e sábado, 24 e 25 de março.

O festival terá três sessões distintas: a primeira será às 20h da sexta-feira à noite, a segunda às 14h da tarde de sábado e a terceira às 20h da noite de sábado. Por US $ 55, os hóspedes receberão um copo de 60 ml e terão acesso ilimitado a cerveja, hidromel, cidra e um punhado de licores por cerca de duas horas e meia. Por US $ 30 extras, você pode comprar um ingresso VIP, que o receberá uma hora mais cedo e lhe dará acesso a uma sala VIP.

Se você for, esteja preparado para estar em uma sala com cerca de 1.200 outros aficionados por cerveja, e esteja preparado para expandir seus horizontes, pois aqui haverá muitas cervejas que você nunca viu antes. Essas cervejas são de cervejarias artesanais com uma produção muito menor do que, digamos, Budweiser, e esperam muitos sazonais de primavera. Alimentos também estarão disponíveis para compra.

Nos vemos lá!


Por que os cervejeiros artesanais da América amam doces vintage

Quando a Jagged Mountain Craft Brewery em Denver, Colorado, lançou sua nova cerveja preta forte no outono passado, cervejeiros de todo o país vieram à sua sala de torneiras para experimentá-la. Claro, era o mesmo fim de semana do Great American Beer Festival, então representantes de mais de 800 cervejarias já estavam pulando cerveja em Mile High City. Mas a multidão de colegas servindo-se de cerveja foi atraída pela palavra de que a cerveja mais fresca da Jagged Mountain & # 8217s era feita com lactose, manteiga de amendoim e sal para imitar um doce que é reverenciado pela comunidade cervejeira.

& # 8220Pareceu a piada interna perfeita & # 8221 diz a cervejaria-chefe da Jagged Mountain, Alyssa Thorpe.

O doce em questão é o Salted Nut Roll: um doce da era da Depressão de Minnesota que, embora pouco conhecido fora do Meio-Oeste, literalmente e figurativamente abasteceu a indústria de cerveja artesanal moderna nos Estados Unidos.

A cervejaria Jagged Mountain, Alyssa Thorpe, descreve a fabricação de uma cerveja Salted Nut Roll como a piada interna perfeita. Cortesia da Jagged Mountain Craft Brewery

Por décadas, o Brewers Supply Group (anteriormente Mid-America Brewing Supply) colocou doces nos carregamentos de cevada, trigo e centeio que eles enviam para cervejarias artesanais. No início, eles enterraram um esconderijo de balas duras sortidas aleatoriamente em algum lugar da entrega, o que era um sinal de agradecimento (e uma divertida caça ao tesouro) para os cervejeiros que desempacotaram caminhões de sacos de 55 libras, paletes de uma tonelada de cada vez. (É por isso que a homenagem de Jagged Mountain & # 8217s ao doce é chamada de & # 8220Pallet Present. & # 8221) Desde 2004, no entanto, o tesouro tem sido exclusivamente Pearson & # 8217s Salted Nut Roll, uma barra com um centro de nougat coberto de caramelo e amendoim salgado.

Em pouco tempo, os cervejeiros de todo o país estavam consumindo tantos que começaram a chamar o bar de & # 8220Brewers Lunch. & # 8221 Embora o presente possa parecer uma riqueza agora, quando o doce foi lançado em 1933, pretendia ser econômico, Substituto de refeição repleto de proteínas, comido como uma Clif Bar dos dias modernos.

& # 8220Nós definitivamente brigamos pelos Nut Rolls nas remessas & # 8221 diz Andy Bobst, Gerente de Operações e Marketing da Tin Whiskers Brewing. "

Porque a indústria de cerveja artesanal não começou realmente a bombar até os anos 2000 (entre 2005 e 2019, os EUA passaram de 1.447 para 8.386 cervejarias permitidas) e como a BSG é um dos maiores players no negócio de grãos de cerveja, a maioria das cervejarias hoje Não se sabe uma época em que o Salted Nut Roll não fosse o prêmio para desembalar remessas.

Um Rolo de Noz Salgado escondido dentro de uma remessa. Cortesia da Boxcar Brew Works

Como resultado, a recompensa do dia da remessa se tornou uma espécie de musa para os cervejeiros. Além de Jagged Mountain, cervejarias incluindo Prairie Artisan Ales em Oklahoma, AleSmith Brewing Company em San Diego, Crafty Bastard Brewery em Knoxville e Tin Whiskers em Minnesota fizeram cervejas inspiradas em Salted Nut Rolls no ano passado.

Agora, a BSG não conseguia parar o trem Salted Nut Roll, mesmo que tentasse. Tara Coy, sua gerente de eventos e divulgação, diz que a resposta dos fabricantes de cerveja explodiu nos últimos anos. A BSG agora tem uma campanha de mídia social dedicada aos doces, incluindo uma história no Instagram dedicada a mostrar os cervejeiros que procuram as barras em suas enormes remessas. Essas fotos e vídeos & # 8212 tipicamente carregados pelos próprios cervejeiros enquanto cortam embalagens plásticas com cortadores de caixa, saqueiam carregamentos já escavados e levantam sacos de grãos da pilha em busca do tesouro & # 8212 são frequentemente legendados & # 8220Se você sabe, você saber. & # 8221

O doce em questão. Cortesia de Brewers Supply Group

& # 8220Eu sempre brinco que ouvimos mais sobre os Rolinhos de Noz Salgados [do que ingredientes de cerveja], & # 8221 Coy diz. Os cervejeiros constantemente trocam fatos e fábulas sobre a quantidade e o tamanho de seus doces, e Coy diz que fica sabendo disso se uma cervejaria achar que a outra está se saindo melhor. Perto das festas de fim de ano, a BSG envia, ao acaso, o Santo Graal das guloseimas: um rolo de nozes salgadas de quase um quilo, do tamanho de um tronco.

& # 8220Eles & # 8217são meio obscenos & # 8221 Coy diz. & # 8220É & # 8217 muito Nut Roll. & # 8221

Thorpe diz que não consegue nem estimar quantos Nut Rolls ela consumiu durante seu mandato de cinco anos em Jagged Mountain. Da mesma forma, Bobst diz que teria dificuldade em adivinhar quantas pessoas passaram por sua cervejaria a cada ano. Como os Tin Whiskers fazem sua cerveja Salted Nut Roll Beer em colaboração direta com a Pearson & # 8217s, cuja fábrica fica logo adiante, eles também recebem um estoque deles, às vezes ainda quente.

& # 8220Tudo o que posso dizer é que & # 8217 é muito & # 8221 Bobst diz. & # 8220 Um lote inteiro. & # 8221

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Por que os cervejeiros artesanais da América amam doces vintage

Quando a Jagged Mountain Craft Brewery em Denver, Colorado, lançou sua nova cerveja preta forte no outono passado, cervejeiros de todo o país vieram à sua sala de torneiras para experimentá-la. Claro, era o mesmo fim de semana do Great American Beer Festival, então representantes de mais de 800 cervejarias já estavam pulando cerveja em Mile High City. Mas a multidão de colegas servindo-se de cerveja foi atraída pela palavra de que a cerveja mais fresca da Jagged Mountain & # 8217s era feita com lactose, manteiga de amendoim e sal para imitar um doce que é reverenciado pela comunidade cervejeira.

& # 8220Parecia a piada interna perfeita & # 8221 diz a cervejaria-chefe da Jagged Mountain, Alyssa Thorpe.

O doce em questão é o Salted Nut Roll: um doce da era da Depressão de Minnesota que, embora pouco conhecido fora do Meio-Oeste, literalmente e figurativamente abasteceu a indústria de cerveja artesanal moderna nos Estados Unidos.

A cervejaria Jagged Mountain, Alyssa Thorpe, descreve a fabricação de uma cerveja Salted Nut Roll como a piada interna perfeita. Cortesia da Jagged Mountain Craft Brewery

Por décadas, o Brewers Supply Group (anteriormente Mid-America Brewing Supply) colocou doces nos carregamentos de cevada, trigo e centeio que eles enviam para cervejarias artesanais. No início, eles enterraram um esconderijo de balas duras sortidas aleatoriamente em algum lugar da entrega. Era um sinal de agradecimento (e uma divertida caça ao tesouro) para os cervejeiros que desempacotaram caminhões de sacos de 55 libras, paletes de uma tonelada de cada vez. (É por isso que a homenagem de Jagged Mountain & # 8217s ao doce é chamada de & # 8220Pallet Present. & # 8221) Desde 2004, no entanto, o tesouro tem sido exclusivamente Pearson & # 8217s Salted Nut Roll, uma barra com um centro de nougat coberto de caramelo e amendoim salgado.

Em pouco tempo, os cervejeiros de todo o país estavam consumindo tantos que começaram a chamar o bar & # 8220Brewers Lunch. & # 8221 Embora o presente possa parecer uma riqueza agora, quando o doce foi lançado em 1933, pretendia ser econômico, Substituto de refeição repleto de proteínas, comido como uma Clif Bar dos dias modernos.

& # 8220Nós definitivamente brigamos pelos Nut Rolls nas remessas & # 8221 diz Andy Bobst, Gerente de Operações e Marketing da Tin Whiskers Brewing. "

Porque a indústria de cerveja artesanal não começou realmente a bombar até os anos 2000 (entre 2005 e 2019, os EUA passaram de 1.447 para 8.386 cervejarias permitidas) e como a BSG é um dos maiores players no negócio de grãos de cerveja, a maioria das cervejarias hoje Não se sabe uma época em que o Salted Nut Roll não fosse o prêmio para desembalar remessas.

Um Rolo de Noz Salgado escondido dentro de uma remessa. Cortesia da Boxcar Brew Works

Como resultado, a recompensa do dia da remessa se tornou uma espécie de musa para os cervejeiros. Além de Jagged Mountain, cervejarias incluindo Prairie Artisan Ales em Oklahoma, AleSmith Brewing Company em San Diego, Crafty Bastard Brewery em Knoxville e Tin Whiskers em Minnesota fizeram cervejas inspiradas em Salted Nut Rolls no ano passado.

Agora, a BSG não conseguia parar o trem Salted Nut Roll, mesmo que tentasse. Tara Coy, sua Gerente de Eventos e Alcance, diz que a resposta dos cervejeiros explodiu nos últimos anos. A BSG agora tem uma campanha de mídia social dedicada aos doces, incluindo uma história no Instagram dedicada a mostrar os cervejeiros que procuram as barras em suas enormes remessas. Essas fotos e vídeos & # 8212 tipicamente carregados pelos próprios cervejeiros enquanto cortam embalagens plásticas com cortadores de caixa, saqueiam carregamentos já escavados e levantam sacos de grãos da pilha em busca do tesouro & # 8212 são frequentemente legendados & # 8220Se você sabe, você saber. & # 8221

O doce em questão. Cortesia de Brewers Supply Group

& # 8220Eu sempre brinco que ouvimos mais sobre os Rolinhos de Noz Salgados [do que ingredientes de cerveja], & # 8221 Coy diz. Os cervejeiros constantemente trocam fatos e fábulas sobre a quantidade e o tamanho de seus doces, e Coy diz que fica sabendo disso se uma cervejaria achar que a outra está se saindo melhor. Perto das festas de fim de ano, a BSG envia, ao acaso, o Santo Graal das guloseimas: um rolo de nozes salgadas de quase um quilo, do tamanho de um tronco.

& # 8220Eles & # 8217são meio obscenos & # 8221 Coy diz. & # 8220É & # 8217 muito Nut Roll. & # 8221

Thorpe diz que não consegue nem estimar quantos Nut Rolls ela consumiu durante seu mandato de cinco anos em Jagged Mountain. Da mesma forma, Bobst diz que teria dificuldade em adivinhar quantas pessoas passaram por sua cervejaria a cada ano. Como os Tin Whiskers fazem sua cerveja Salted Nut Roll Beer em colaboração direta com a Pearson & # 8217s, cuja fábrica fica logo adiante, eles também recebem um estoque deles, às vezes ainda quente.

& # 8220Tudo o que posso dizer é que & # 8217 é muito & # 8221 Bobst diz. & # 8220 Um lote inteiro. & # 8221

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Por que os cervejeiros artesanais da América amam doces vintage

Quando a Jagged Mountain Craft Brewery em Denver, Colorado, lançou sua nova cerveja preta forte no outono passado, cervejeiros de todo o país vieram à sua sala de torneiras para experimentá-la. Claro, era o mesmo fim de semana do Great American Beer Festival, então representantes de mais de 800 cervejarias já estavam pulando cerveja em Mile High City. Mas a multidão de colegas servindo-se de cerveja foi atraída pela palavra de que a cerveja mais fresca da Jagged Mountain & # 8217s era feita com lactose, manteiga de amendoim e sal para imitar um doce que é reverenciado pela comunidade cervejeira.

& # 8220Parecia a piada interna perfeita & # 8221 diz a cervejaria-chefe da Jagged Mountain, Alyssa Thorpe.

O doce em questão é o Salted Nut Roll: um doce da era da Depressão de Minnesota que, embora pouco conhecido fora do Meio-Oeste, literalmente e figurativamente abasteceu a indústria de cerveja artesanal moderna nos Estados Unidos.

A cervejaria Jagged Mountain, Alyssa Thorpe, descreve a fabricação de uma cerveja Salted Nut Roll como a piada interna perfeita. Cortesia da Jagged Mountain Craft Brewery

Por décadas, o Brewers Supply Group (anteriormente Mid-America Brewing Supply) colocou doces nos carregamentos de cevada, trigo e centeio que eles enviam para cervejarias artesanais. No início, eles enterraram um esconderijo de balas duras sortidas aleatoriamente em algum lugar da entrega, o que era um sinal de agradecimento (e uma divertida caça ao tesouro) para os cervejeiros que desempacotaram caminhões de sacos de 55 libras, paletes de uma tonelada de cada vez. (É por isso que a homenagem de Jagged Mountain & # 8217s ao doce é chamada de & # 8220Pallet Present. & # 8221) Desde 2004, no entanto, o tesouro tem sido exclusivamente Pearson & # 8217s Salted Nut Roll, uma barra com um centro de nougat coberto de caramelo e amendoim salgado.

Em pouco tempo, os cervejeiros de todo o país estavam consumindo tantos que começaram a chamar o bar de & # 8220Brewers Lunch. & # 8221 Embora o presente possa parecer uma riqueza agora, quando o doce foi lançado em 1933, pretendia ser econômico, Substituto de refeição repleto de proteínas, comido como uma Clif Bar dos dias modernos.

& # 8220Nós definitivamente brigamos pelos Nut Rolls nas remessas & # 8221 diz Andy Bobst, Gerente de Operações e Marketing da Tin Whiskers Brewing. "

Porque a indústria de cerveja artesanal não começou realmente a bombar até os anos 2000 (entre 2005 e 2019, os EUA passaram de 1.447 para 8.386 cervejarias permitidas) e como a BSG é um dos maiores players no negócio de grãos de cerveja, a maioria das cervejarias hoje Não se sabe uma época em que o Salted Nut Roll não fosse o prêmio para desembalar remessas.

Um Rolo de Noz Salgado escondido dentro de uma remessa. Cortesia da Boxcar Brew Works

Como resultado, a recompensa do dia da remessa se tornou uma espécie de musa para os cervejeiros. Além da Jagged Mountain, cervejarias incluindo Prairie Artisan Ales em Oklahoma, AleSmith Brewing Company em San Diego, Crafty Bastard Brewery em Knoxville e Tin Whiskers em Minnesota fizeram cervejas inspiradas em Salted Nut Rolls no ano passado.

Agora, a BSG não conseguia parar o trem Salted Nut Roll, mesmo que tentasse. Tara Coy, sua gerente de eventos e divulgação, diz que a resposta dos fabricantes de cerveja explodiu nos últimos anos. A BSG agora tem uma campanha de mídia social dedicada aos doces, incluindo uma história no Instagram dedicada a mostrar os cervejeiros que procuram as barras em suas enormes remessas. Essas fotos e vídeos & # 8212 tipicamente carregados pelos próprios cervejeiros enquanto cortam embalagens plásticas com cortadores de caixa, saqueiam carregamentos já escavados e levantam sacos de grãos da pilha em busca do tesouro & # 8212 são frequentemente legendados & # 8220Se você sabe, você saber. & # 8221

O doce em questão. Cortesia do Brewers Supply Group

& # 8220Eu sempre brinco que ouvimos mais sobre os Rolinhos de Noz Salgados [do que ingredientes de cerveja], & # 8221 Coy diz. Os cervejeiros constantemente trocam fatos e fábulas sobre a quantidade e o tamanho de seus doces, e Coy diz que fica sabendo disso se uma cervejaria achar que a outra está se saindo melhor. Perto das festas de fim de ano, a BSG envia, ao acaso, o Santo Graal das guloseimas: um rolo de nozes salgadas de quase um quilo, do tamanho de um tronco.

& # 8220Eles & # 8217são meio obscenos & # 8221 Coy diz. & # 8220É & # 8217 muito Nut Roll. & # 8221

Thorpe diz que não consegue nem estimar quantos Nut Rolls ela consumiu durante seu mandato de cinco anos em Jagged Mountain. Da mesma forma, Bobst diz que teria dificuldade em adivinhar quantas pessoas passaram por sua cervejaria a cada ano. Como os Tin Whiskers fazem sua cerveja Salted Nut Roll Beer em colaboração direta com a Pearson & # 8217s, cuja fábrica fica logo adiante, eles também recebem um estoque deles, às vezes ainda quente.

& # 8220Tudo o que posso dizer é que & # 8217 é muito & # 8221 Bobst diz. & # 8220 Um lote inteiro. & # 8221

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Por que os cervejeiros artesanais da América amam doces vintage

Quando a Jagged Mountain Craft Brewery em Denver, Colorado, lançou sua nova cerveja preta forte no outono passado, cervejeiros de todo o país vieram à sua sala de torneiras para experimentá-la. Claro, era o mesmo fim de semana do Great American Beer Festival, então representantes de mais de 800 cervejarias já estavam pulando cerveja em Mile High City. Mas a multidão de colegas servindo-se de cerveja foi atraída pela palavra de que a cerveja mais fresca da Jagged Mountain & # 8217s era feita com lactose, manteiga de amendoim e sal para imitar um doce que é reverenciado pela comunidade cervejeira.

& # 8220Parecia a piada interna perfeita & # 8221 diz a cervejaria-chefe da Jagged Mountain, Alyssa Thorpe.

O doce em questão é o Salted Nut Roll: um doce da era da Depressão de Minnesota que, embora pouco conhecido fora do Meio-Oeste, literalmente e figurativamente abasteceu a indústria de cerveja artesanal moderna nos Estados Unidos.

A cervejaria Jagged Mountain, Alyssa Thorpe, descreve a fabricação de uma cerveja Salted Nut Roll como a piada interna perfeita. Cortesia da Jagged Mountain Craft Brewery

Por décadas, o Brewers Supply Group (anteriormente Mid-America Brewing Supply) colocou doces nos carregamentos de cevada, trigo e centeio que eles enviam para cervejarias artesanais. No início, eles enterraram um esconderijo de balas duras sortidas aleatoriamente em algum lugar da entrega, o que era um sinal de agradecimento (e uma divertida caça ao tesouro) para os cervejeiros que desempacotaram caminhões de sacos de 55 libras, paletes de uma tonelada de cada vez. (É por isso que a homenagem de Jagged Mountain & # 8217s ao doce é chamada de & # 8220Pallet Present. & # 8221) Desde 2004, no entanto, o tesouro tem sido exclusivamente Pearson & # 8217s Salted Nut Roll, uma barra com um centro de nougat coberto de caramelo e amendoim salgado.

Em pouco tempo, os cervejeiros de todo o país estavam consumindo tantos que começaram a chamar o bar de & # 8220Brewers Lunch. & # 8221 Embora o presente possa parecer uma riqueza agora, quando o doce foi lançado em 1933, pretendia ser econômico, Substituto de refeição repleto de proteínas, comido como uma Clif Bar dos dias modernos.

& # 8220Nós definitivamente brigamos pelos Nut Rolls nas remessas & # 8221 diz Andy Bobst, Gerente de Operações e Marketing da Tin Whiskers Brewing. "

Porque a indústria de cerveja artesanal não começou realmente a bombar até os anos 2000 (entre 2005 e 2019, os EUA passaram de 1.447 para 8.386 cervejarias permitidas) e como a BSG é um dos maiores players no negócio de grãos de cerveja, a maioria das cervejarias hoje Não se sabe uma época em que o Salted Nut Roll não fosse o prêmio para desembalar remessas.

Um Rolo de Noz Salgado escondido dentro de uma remessa. Cortesia da Boxcar Brew Works

Como resultado, a recompensa do dia da remessa se tornou uma espécie de musa para os cervejeiros. Além de Jagged Mountain, cervejarias incluindo Prairie Artisan Ales em Oklahoma, AleSmith Brewing Company em San Diego, Crafty Bastard Brewery em Knoxville e Tin Whiskers em Minnesota fizeram cervejas inspiradas em Salted Nut Rolls no ano passado.

Agora, a BSG não conseguia parar o trem Salted Nut Roll, mesmo que tentasse. Tara Coy, sua Gerente de Eventos e Alcance, diz que a resposta dos cervejeiros explodiu nos últimos anos. A BSG agora tem uma campanha de mídia social dedicada aos doces, incluindo uma história no Instagram dedicada a mostrar os cervejeiros que procuram as barras em suas enormes remessas. Essas fotos e vídeos & # 8212 tipicamente carregados pelos próprios cervejeiros enquanto cortam embalagens plásticas com cortadores de caixa, saqueiam carregamentos já escavados e levantam sacos de grãos da pilha em busca do tesouro & # 8212 são frequentemente legendados & # 8220Se você sabe, você saber. & # 8221

O doce em questão. Cortesia de Brewers Supply Group

& # 8220Eu sempre brinco que ouvimos mais sobre os Rolinhos de Noz Salgados [do que ingredientes de cerveja], & # 8221 Coy diz. Os cervejeiros constantemente trocam fatos e fábulas sobre a quantidade e o tamanho de seus doces, e Coy diz que fica sabendo disso se uma cervejaria achar que a outra está se saindo melhor. Por volta das festas de fim de ano, a BSG envia, ao acaso, o Santo Graal das guloseimas: um rolo de nozes salgadas de quase um quilo, do tamanho de um tronco.

& # 8220Eles & # 8217são meio obscenos & # 8221 Coy diz. & # 8220É & # 8217 muito Nut Roll. & # 8221

Thorpe diz que não consegue nem estimar quantos Nut Rolls ela consumiu durante seu mandato de cinco anos em Jagged Mountain. Da mesma forma, Bobst diz que teria dificuldade em adivinhar quantas pessoas passaram por sua cervejaria a cada ano. Como os Tin Whiskers fazem sua cerveja Salted Nut Roll Beer em colaboração direta com a Pearson & # 8217s, cuja fábrica fica logo adiante, eles também recebem um estoque deles, às vezes ainda quente.

& # 8220Tudo o que posso dizer é que & # 8217 é muito & # 8221 Bobst diz. & # 8220 Um lote inteiro. & # 8221

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Por que os cervejeiros artesanais da América amam doces vintage

Quando a Jagged Mountain Craft Brewery em Denver, Colorado, lançou sua nova cerveja preta forte no outono passado, cervejeiros de todo o país vieram à sua sala de torneiras para experimentá-la. Claro, era o mesmo fim de semana do Great American Beer Festival, então representantes de mais de 800 cervejarias já estavam pulando cerveja em Mile High City. Mas a multidão de colegas servindo-se de cerveja foi atraída pela palavra de que a cerveja mais fresca da Jagged Mountain & # 8217s era feita com lactose, manteiga de amendoim e sal para imitar um doce que é reverenciado pela comunidade cervejeira.

& # 8220Parecia a piada interna perfeita & # 8221 diz a cervejaria-chefe da Jagged Mountain, Alyssa Thorpe.

O doce em questão é o Salted Nut Roll: um doce da era da Depressão de Minnesota que, embora pouco conhecido fora do Meio-Oeste, literalmente e figurativamente abasteceu a indústria de cerveja artesanal moderna nos Estados Unidos.

A cervejaria Jagged Mountain, Alyssa Thorpe, descreve a fabricação de uma cerveja Salted Nut Roll como a piada interna perfeita. Cortesia da Jagged Mountain Craft Brewery

Por décadas, o Brewers Supply Group (anteriormente Mid-America Brewing Supply) colocou doces nos carregamentos de cevada, trigo e centeio que eles enviam para cervejarias artesanais. No início, eles enterraram um esconderijo de balas duras sortidas aleatoriamente em algum lugar da entrega. Era um sinal de agradecimento (e uma divertida caça ao tesouro) para os cervejeiros que desempacotaram caminhões de sacos de 55 libras, paletes de uma tonelada de cada vez. (É por isso que a homenagem de Jagged Mountain & # 8217s ao doce é chamada de & # 8220Pallet Present. & # 8221) Desde 2004, no entanto, o tesouro tem sido exclusivamente Pearson & # 8217s Salted Nut Roll, uma barra com um centro de nougat coberto de caramelo e amendoim salgado.

Em pouco tempo, os cervejeiros de todo o país estavam consumindo tantos que começaram a chamar o bar & # 8220Brewers Lunch. & # 8221 Embora o presente possa parecer uma riqueza agora, quando o doce foi lançado em 1933, pretendia ser econômico, Substituto de refeição repleto de proteínas, comido como uma Clif Bar dos dias modernos.

& # 8220Nós definitivamente brigamos pelos Nut Rolls nas remessas & # 8221 diz Andy Bobst, Gerente de Operações e Marketing da Tin Whiskers Brewing. "

Porque a indústria de cerveja artesanal não começou realmente a bombar até os anos 2000 (entre 2005 e 2019, os EUA passaram de 1.447 para 8.386 cervejarias permitidas) e como a BSG é um dos maiores players no negócio de grãos de cerveja, a maioria das cervejarias hoje Não se sabe uma época em que o Salted Nut Roll não fosse o prêmio para desembalar remessas.

Um Rolo de Noz Salgado escondido dentro de uma remessa. Cortesia da Boxcar Brew Works

Como resultado, a recompensa do dia da remessa se tornou uma espécie de musa para os cervejeiros. Além da Jagged Mountain, cervejarias incluindo Prairie Artisan Ales em Oklahoma, AleSmith Brewing Company em San Diego, Crafty Bastard Brewery em Knoxville e Tin Whiskers em Minnesota fizeram cervejas inspiradas em Salted Nut Rolls no ano passado.

Agora, a BSG não conseguia parar o trem Salted Nut Roll, mesmo que tentasse. Tara Coy, sua Gerente de Eventos e Alcance, diz que a resposta dos cervejeiros explodiu nos últimos anos. A BSG agora tem uma campanha de mídia social dedicada aos doces, incluindo uma história no Instagram dedicada a mostrar os cervejeiros que procuram as barras em suas enormes remessas. Essas fotos e vídeos & # 8212 tipicamente carregados pelos próprios cervejeiros enquanto cortam embalagens plásticas com cortadores de caixa, saqueiam carregamentos já escavados e levantam sacos de grãos da pilha em busca do tesouro & # 8212 são frequentemente legendados & # 8220Se você sabe, você saber. & # 8221

O doce em questão. Cortesia de Brewers Supply Group

& # 8220Eu sempre brinco que ouvimos mais sobre os Rolinhos de Noz Salgados [do que ingredientes de cerveja], & # 8221 Coy diz. Os cervejeiros constantemente trocam fatos e fábulas sobre a quantidade e o tamanho de seus doces, e Coy diz que fica sabendo disso se uma cervejaria achar que a outra está se saindo melhor. Por volta das festas de fim de ano, a BSG envia, ao acaso, o Santo Graal das guloseimas: um rolo de nozes salgadas de quase um quilo, do tamanho de um tronco.

& # 8220Eles & # 8217são meio obscenos & # 8221 Coy diz. & # 8220É & # 8217 muito Nut Roll. & # 8221

Thorpe diz que não consegue nem estimar quantos Nut Rolls ela consumiu durante seus cinco anos de mandato em Jagged Mountain. Da mesma forma, Bobst diz que teria dificuldade em adivinhar quantas pessoas passaram por sua cervejaria a cada ano. Como os Tin Whiskers fazem sua cerveja Salted Nut Roll Beer em colaboração direta com a Pearson & # 8217s, cuja fábrica fica logo adiante, eles também recebem um estoque deles, às vezes ainda quente.

& # 8220Tudo o que posso dizer é que & # 8217 é muito & # 8221 Bobst diz. & # 8220 Um lote inteiro. & # 8221

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Por que os cervejeiros artesanais da América amam doces vintage

Quando a Jagged Mountain Craft Brewery, em Denver, Colorado, lançou sua nova cerveja preta forte no outono passado, cervejeiros de todo o país vieram à sua sala de torneiras para experimentá-la. Claro, era o mesmo fim de semana do Great American Beer Festival, então representantes de mais de 800 cervejarias já estavam pulando cerveja em Mile High City. Mas a multidão de colegas servindo-se de cerveja foi atraída pela palavra de que a cerveja mais fresca da Jagged Mountain & # 8217s era feita com lactose, manteiga de amendoim e sal para imitar um doce que é reverenciado pela comunidade cervejeira.

& # 8220Parecia a piada interna perfeita & # 8221 diz a cervejaria-chefe da Jagged Mountain, Alyssa Thorpe.

O doce em questão é o Salted Nut Roll: um doce da era da Depressão de Minnesota que, embora pouco conhecido fora do Meio-Oeste, literalmente e figurativamente abasteceu a indústria de cerveja artesanal moderna nos Estados Unidos.

A cervejaria Jagged Mountain, Alyssa Thorpe, descreve a fabricação de uma cerveja Salted Nut Roll como a piada interna perfeita. Cortesia da Jagged Mountain Craft Brewery

Por décadas, o Brewers Supply Group (anteriormente Mid-America Brewing Supply) colocou doces nos carregamentos de cevada, trigo e centeio que eles enviam para cervejarias artesanais. No início, eles enterraram um esconderijo de balas duras sortidas aleatoriamente em algum lugar da entrega, o que era um sinal de agradecimento (e uma divertida caça ao tesouro) para os cervejeiros que desempacotaram caminhões de sacos de 55 libras, paletes de uma tonelada de cada vez. (É por isso que a homenagem de Jagged Mountain & # 8217s ao doce é chamada de & # 8220Pallet Present. & # 8221) Desde 2004, no entanto, o tesouro tem sido exclusivamente Pearson & # 8217s Salted Nut Roll, uma barra com um centro de nougat coberto de caramelo e amendoim salgado.

Em pouco tempo, os cervejeiros de todo o país estavam consumindo tantos que começaram a chamar o bar & # 8220Brewers Lunch. & # 8221 Embora o presente possa parecer uma riqueza agora, quando o doce foi lançado em 1933, pretendia ser econômico, Substituto de refeição repleto de proteínas, comido como uma Clif Bar dos dias modernos.

& # 8220Nós definitivamente brigamos pelos Nut Rolls nas remessas & # 8221 diz Andy Bobst, Gerente de Operações e Marketing da Tin Whiskers Brewing. "

Porque a indústria de cerveja artesanal não começou realmente a bombar até os anos 2000 (entre 2005 e 2019, os EUA passaram de 1.447 para 8.386 cervejarias permitidas) e como a BSG é um dos maiores players no negócio de grãos de cerveja, a maioria das cervejarias hoje Não se sabe uma época em que o Salted Nut Roll não fosse o prêmio para desembalar remessas.

Um Rolo de Noz Salgado escondido dentro de uma remessa. Cortesia da Boxcar Brew Works

Como resultado, a recompensa do dia da remessa se tornou uma espécie de musa para os cervejeiros. Além de Jagged Mountain, cervejarias incluindo Prairie Artisan Ales em Oklahoma, AleSmith Brewing Company em San Diego, Crafty Bastard Brewery em Knoxville e Tin Whiskers em Minnesota fizeram cervejas inspiradas em Salted Nut Rolls no ano passado.

Agora, a BSG não conseguia parar o trem Salted Nut Roll, mesmo que tentasse. Tara Coy, sua Gerente de Eventos e Alcance, diz que a resposta dos cervejeiros explodiu nos últimos anos. A BSG agora tem uma campanha de mídia social dedicada aos doces, incluindo uma história no Instagram dedicada a mostrar os cervejeiros que procuram as barras em suas enormes remessas. Essas fotos e vídeos & # 8212 tipicamente carregados pelos próprios cervejeiros enquanto cortam embalagens plásticas com cortadores de caixa, saqueiam carregamentos já escavados e levantam sacos de grãos da pilha em busca do tesouro & # 8212 são frequentemente legendados & # 8220Se você sabe, você saber. & # 8221

O doce em questão. Cortesia de Brewers Supply Group

& # 8220Eu sempre brinco que ouvimos mais sobre os Rolinhos de Noz Salgados [do que ingredientes de cerveja], & # 8221 Coy diz. Os cervejeiros constantemente trocam fatos e fábulas sobre a quantidade e o tamanho de seus doces, e Coy diz que fica sabendo disso se uma cervejaria achar que a outra está se saindo melhor. Perto das festas de fim de ano, a BSG envia, ao acaso, o Santo Graal das guloseimas: um rolo de nozes salgadas de quase um quilo, do tamanho de um tronco.

& # 8220Eles & # 8217são meio obscenos & # 8221 Coy diz. & # 8220É & # 8217 muito Nut Roll. & # 8221

Thorpe diz que não consegue nem estimar quantos Rolos de Nozes ela consumiu durante seu mandato de cinco anos em Jagged Mountain. Da mesma forma, Bobst diz que teria dificuldade em adivinhar quantas pessoas passaram por sua cervejaria a cada ano. Como os Tin Whiskers fazem sua cerveja Salted Nut Roll Beer em colaboração direta com a Pearson & # 8217s, cuja fábrica fica logo adiante, eles também recebem um estoque deles, às vezes ainda quente.

& # 8220Tudo o que posso dizer é que & # 8217 é muito & # 8221 Bobst diz. & # 8220 Um lote inteiro. & # 8221

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Por que os cervejeiros artesanais da América amam doces vintage

When Jagged Mountain Craft Brewery in Denver, Colorado, released their new milk stout last fall, brewers from across the country came pouring into their tap room to try it. Sure, it was the same weekend as the Great American Beer Festival, so representatives from more than 800 breweries were already beer hopping their way through the Mile High City. But the crush of pint-pouring peers was lured in by word that Jagged Mountain’s freshest beer was brewed with lactose, peanut butter, and salt to mimic a candy that is revered within the brewing community.

“It seemed like the perfect inside joke,” says Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe.

The sweet in question is the Salted Nut Roll: a Depression-era candy from Minnesota that, while little-known outside the Midwest, has literally and figuratively fueled the modern craft beer industry in the United States.

Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe describes brewing a Salted Nut Roll beer as the perfect inside joke. Courtesy of Jagged Mountain Craft Brewery

For decades, Brewers Supply Group (formerly Mid-America Brewing Supply) has slipped candy into the shipments of barley, wheat, and rye that they send to craft breweries. At first, they buried a cache of randomly assorted hard candies somewhere in the delivery it was meant as a token of appreciation (and a fun scavenger hunt) for brewers who unpacked truckloads of 55-pound bags, one-ton pallets at a time. (This is why Jagged Mountain’s homage to the candy is called “Pallet Present.”) Since 2004, however, the treasure has exclusively been Pearson’s Salted Nut Roll, a bar with a nougat center enrobed in caramel and salted peanuts.

Soon enough, brewers across the country were consuming so many that they started calling the bar “Brewers Lunch.” While the gift may seem like riches now, when the candy was released in 1933, it was intended to be an economical, protein-packed meal replacement, eaten like a modern-day Clif Bar.

“We definitely fight over the Nut Rolls in the shipments,” says Andy Bobst, the Operations and Marketing Manager for Tin Whiskers Brewing. “Sometimes you’ll see shorter brewers’ feet sticking out of the top of a pallet, because they dove in head first looking for the candy.”

Because the craft beer industry didn’t really start chugging until the 2000s (between 2005 and 2019, the U.S. went from 1,447 to 8,386 permitted breweries), and since BSG is one of the biggest players in the brewing-grains business, most breweries today haven’t known a time when a Salted Nut Roll wasn’t the prize for unpacking shipments.

A Salted Nut Roll hiding inside a shipment. Courtesy of Boxcar Brew Works

As a result, the shipment-day bounty has become a bit of a muse for brewers. In addition to Jagged Mountain, breweries including Prairie Artisan Ales in Oklahoma, AleSmith Brewing Company in San Diego, Crafty Bastard Brewery in Knoxville, and Tin Whiskers in Minnesota have all made ales inspired by Salted Nut Rolls in the last year or so.

Now BSG couldn’t stop the Salted Nut Roll train if they tried. Tara Coy, their Events and Outreach Manager, says the response from brewers has exploded in recent years. BSG now has a social-media campaign dedicated to the candy, including an Instagram story devoted to showcasing brewers searching for the bars in their vast shipments. These photos and videos—typically uploaded by brewers themselves as they slice through plastic wrap with box cutters, pillage already dug out hauls, and heave grain bags off the pile in search of the trove—are often captioned, “If you know, you know.”

The candy in question. Courtesy of Brewers Supply Group

“I always joke that we hear more about the Salted Nut Rolls [than brewing ingredients],” Coy says. Brewers constantly trade facts and fables about the quantity and size of their candies, and Coy says she hears about it if one brewery feels another fared better. Around the holidays, BSG sends out, at random, the Holy Grail of treats: a two-pound Salted Nut Roll, the size of a log.

“They’re kind of obscene,” Coy says. “It’s a lot of Nut Roll.”

Thorpe says she can’t even estimate how many Nut Rolls she’s consumed during her five-year tenure at Jagged Mountain. Similarly, Bobst says he’d be hard pressed to guess how many have passed through his brewery each year. Because Tin Whiskers makes their Salted Nut Roll Beer in direct collaboration with Pearson’s, whose factory is just down the road, they’re often gifted a stash from them, as well, sometimes still hot off the line.

“All I can say is, it’s a lot,” Bobst says. “A whole lot.”

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Why America’s Craft Brewers All Love a Vintage Candy

When Jagged Mountain Craft Brewery in Denver, Colorado, released their new milk stout last fall, brewers from across the country came pouring into their tap room to try it. Sure, it was the same weekend as the Great American Beer Festival, so representatives from more than 800 breweries were already beer hopping their way through the Mile High City. But the crush of pint-pouring peers was lured in by word that Jagged Mountain’s freshest beer was brewed with lactose, peanut butter, and salt to mimic a candy that is revered within the brewing community.

“It seemed like the perfect inside joke,” says Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe.

The sweet in question is the Salted Nut Roll: a Depression-era candy from Minnesota that, while little-known outside the Midwest, has literally and figuratively fueled the modern craft beer industry in the United States.

Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe describes brewing a Salted Nut Roll beer as the perfect inside joke. Courtesy of Jagged Mountain Craft Brewery

For decades, Brewers Supply Group (formerly Mid-America Brewing Supply) has slipped candy into the shipments of barley, wheat, and rye that they send to craft breweries. At first, they buried a cache of randomly assorted hard candies somewhere in the delivery it was meant as a token of appreciation (and a fun scavenger hunt) for brewers who unpacked truckloads of 55-pound bags, one-ton pallets at a time. (This is why Jagged Mountain’s homage to the candy is called “Pallet Present.”) Since 2004, however, the treasure has exclusively been Pearson’s Salted Nut Roll, a bar with a nougat center enrobed in caramel and salted peanuts.

Soon enough, brewers across the country were consuming so many that they started calling the bar “Brewers Lunch.” While the gift may seem like riches now, when the candy was released in 1933, it was intended to be an economical, protein-packed meal replacement, eaten like a modern-day Clif Bar.

“We definitely fight over the Nut Rolls in the shipments,” says Andy Bobst, the Operations and Marketing Manager for Tin Whiskers Brewing. “Sometimes you’ll see shorter brewers’ feet sticking out of the top of a pallet, because they dove in head first looking for the candy.”

Because the craft beer industry didn’t really start chugging until the 2000s (between 2005 and 2019, the U.S. went from 1,447 to 8,386 permitted breweries), and since BSG is one of the biggest players in the brewing-grains business, most breweries today haven’t known a time when a Salted Nut Roll wasn’t the prize for unpacking shipments.

A Salted Nut Roll hiding inside a shipment. Courtesy of Boxcar Brew Works

As a result, the shipment-day bounty has become a bit of a muse for brewers. In addition to Jagged Mountain, breweries including Prairie Artisan Ales in Oklahoma, AleSmith Brewing Company in San Diego, Crafty Bastard Brewery in Knoxville, and Tin Whiskers in Minnesota have all made ales inspired by Salted Nut Rolls in the last year or so.

Now BSG couldn’t stop the Salted Nut Roll train if they tried. Tara Coy, their Events and Outreach Manager, says the response from brewers has exploded in recent years. BSG now has a social-media campaign dedicated to the candy, including an Instagram story devoted to showcasing brewers searching for the bars in their vast shipments. These photos and videos—typically uploaded by brewers themselves as they slice through plastic wrap with box cutters, pillage already dug out hauls, and heave grain bags off the pile in search of the trove—are often captioned, “If you know, you know.”

The candy in question. Courtesy of Brewers Supply Group

“I always joke that we hear more about the Salted Nut Rolls [than brewing ingredients],” Coy says. Brewers constantly trade facts and fables about the quantity and size of their candies, and Coy says she hears about it if one brewery feels another fared better. Around the holidays, BSG sends out, at random, the Holy Grail of treats: a two-pound Salted Nut Roll, the size of a log.

“They’re kind of obscene,” Coy says. “It’s a lot of Nut Roll.”

Thorpe says she can’t even estimate how many Nut Rolls she’s consumed during her five-year tenure at Jagged Mountain. Similarly, Bobst says he’d be hard pressed to guess how many have passed through his brewery each year. Because Tin Whiskers makes their Salted Nut Roll Beer in direct collaboration with Pearson’s, whose factory is just down the road, they’re often gifted a stash from them, as well, sometimes still hot off the line.

“All I can say is, it’s a lot,” Bobst says. “A whole lot.”

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Why America’s Craft Brewers All Love a Vintage Candy

When Jagged Mountain Craft Brewery in Denver, Colorado, released their new milk stout last fall, brewers from across the country came pouring into their tap room to try it. Sure, it was the same weekend as the Great American Beer Festival, so representatives from more than 800 breweries were already beer hopping their way through the Mile High City. But the crush of pint-pouring peers was lured in by word that Jagged Mountain’s freshest beer was brewed with lactose, peanut butter, and salt to mimic a candy that is revered within the brewing community.

“It seemed like the perfect inside joke,” says Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe.

The sweet in question is the Salted Nut Roll: a Depression-era candy from Minnesota that, while little-known outside the Midwest, has literally and figuratively fueled the modern craft beer industry in the United States.

Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe describes brewing a Salted Nut Roll beer as the perfect inside joke. Courtesy of Jagged Mountain Craft Brewery

For decades, Brewers Supply Group (formerly Mid-America Brewing Supply) has slipped candy into the shipments of barley, wheat, and rye that they send to craft breweries. At first, they buried a cache of randomly assorted hard candies somewhere in the delivery it was meant as a token of appreciation (and a fun scavenger hunt) for brewers who unpacked truckloads of 55-pound bags, one-ton pallets at a time. (This is why Jagged Mountain’s homage to the candy is called “Pallet Present.”) Since 2004, however, the treasure has exclusively been Pearson’s Salted Nut Roll, a bar with a nougat center enrobed in caramel and salted peanuts.

Soon enough, brewers across the country were consuming so many that they started calling the bar “Brewers Lunch.” While the gift may seem like riches now, when the candy was released in 1933, it was intended to be an economical, protein-packed meal replacement, eaten like a modern-day Clif Bar.

“We definitely fight over the Nut Rolls in the shipments,” says Andy Bobst, the Operations and Marketing Manager for Tin Whiskers Brewing. “Sometimes you’ll see shorter brewers’ feet sticking out of the top of a pallet, because they dove in head first looking for the candy.”

Because the craft beer industry didn’t really start chugging until the 2000s (between 2005 and 2019, the U.S. went from 1,447 to 8,386 permitted breweries), and since BSG is one of the biggest players in the brewing-grains business, most breweries today haven’t known a time when a Salted Nut Roll wasn’t the prize for unpacking shipments.

A Salted Nut Roll hiding inside a shipment. Courtesy of Boxcar Brew Works

As a result, the shipment-day bounty has become a bit of a muse for brewers. In addition to Jagged Mountain, breweries including Prairie Artisan Ales in Oklahoma, AleSmith Brewing Company in San Diego, Crafty Bastard Brewery in Knoxville, and Tin Whiskers in Minnesota have all made ales inspired by Salted Nut Rolls in the last year or so.

Now BSG couldn’t stop the Salted Nut Roll train if they tried. Tara Coy, their Events and Outreach Manager, says the response from brewers has exploded in recent years. BSG now has a social-media campaign dedicated to the candy, including an Instagram story devoted to showcasing brewers searching for the bars in their vast shipments. These photos and videos—typically uploaded by brewers themselves as they slice through plastic wrap with box cutters, pillage already dug out hauls, and heave grain bags off the pile in search of the trove—are often captioned, “If you know, you know.”

The candy in question. Courtesy of Brewers Supply Group

“I always joke that we hear more about the Salted Nut Rolls [than brewing ingredients],” Coy says. Brewers constantly trade facts and fables about the quantity and size of their candies, and Coy says she hears about it if one brewery feels another fared better. Around the holidays, BSG sends out, at random, the Holy Grail of treats: a two-pound Salted Nut Roll, the size of a log.

“They’re kind of obscene,” Coy says. “It’s a lot of Nut Roll.”

Thorpe says she can’t even estimate how many Nut Rolls she’s consumed during her five-year tenure at Jagged Mountain. Similarly, Bobst says he’d be hard pressed to guess how many have passed through his brewery each year. Because Tin Whiskers makes their Salted Nut Roll Beer in direct collaboration with Pearson’s, whose factory is just down the road, they’re often gifted a stash from them, as well, sometimes still hot off the line.

“All I can say is, it’s a lot,” Bobst says. “A whole lot.”

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Why America’s Craft Brewers All Love a Vintage Candy

When Jagged Mountain Craft Brewery in Denver, Colorado, released their new milk stout last fall, brewers from across the country came pouring into their tap room to try it. Sure, it was the same weekend as the Great American Beer Festival, so representatives from more than 800 breweries were already beer hopping their way through the Mile High City. But the crush of pint-pouring peers was lured in by word that Jagged Mountain’s freshest beer was brewed with lactose, peanut butter, and salt to mimic a candy that is revered within the brewing community.

“It seemed like the perfect inside joke,” says Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe.

The sweet in question is the Salted Nut Roll: a Depression-era candy from Minnesota that, while little-known outside the Midwest, has literally and figuratively fueled the modern craft beer industry in the United States.

Jagged Mountain head brewer Alyssa Thorpe describes brewing a Salted Nut Roll beer as the perfect inside joke. Courtesy of Jagged Mountain Craft Brewery

For decades, Brewers Supply Group (formerly Mid-America Brewing Supply) has slipped candy into the shipments of barley, wheat, and rye that they send to craft breweries. At first, they buried a cache of randomly assorted hard candies somewhere in the delivery it was meant as a token of appreciation (and a fun scavenger hunt) for brewers who unpacked truckloads of 55-pound bags, one-ton pallets at a time. (This is why Jagged Mountain’s homage to the candy is called “Pallet Present.”) Since 2004, however, the treasure has exclusively been Pearson’s Salted Nut Roll, a bar with a nougat center enrobed in caramel and salted peanuts.

Soon enough, brewers across the country were consuming so many that they started calling the bar “Brewers Lunch.” While the gift may seem like riches now, when the candy was released in 1933, it was intended to be an economical, protein-packed meal replacement, eaten like a modern-day Clif Bar.

“We definitely fight over the Nut Rolls in the shipments,” says Andy Bobst, the Operations and Marketing Manager for Tin Whiskers Brewing. “Sometimes you’ll see shorter brewers’ feet sticking out of the top of a pallet, because they dove in head first looking for the candy.”

Because the craft beer industry didn’t really start chugging until the 2000s (between 2005 and 2019, the U.S. went from 1,447 to 8,386 permitted breweries), and since BSG is one of the biggest players in the brewing-grains business, most breweries today haven’t known a time when a Salted Nut Roll wasn’t the prize for unpacking shipments.

A Salted Nut Roll hiding inside a shipment. Courtesy of Boxcar Brew Works

As a result, the shipment-day bounty has become a bit of a muse for brewers. In addition to Jagged Mountain, breweries including Prairie Artisan Ales in Oklahoma, AleSmith Brewing Company in San Diego, Crafty Bastard Brewery in Knoxville, and Tin Whiskers in Minnesota have all made ales inspired by Salted Nut Rolls in the last year or so.

Now BSG couldn’t stop the Salted Nut Roll train if they tried. Tara Coy, their Events and Outreach Manager, says the response from brewers has exploded in recent years. BSG now has a social-media campaign dedicated to the candy, including an Instagram story devoted to showcasing brewers searching for the bars in their vast shipments. These photos and videos—typically uploaded by brewers themselves as they slice through plastic wrap with box cutters, pillage already dug out hauls, and heave grain bags off the pile in search of the trove—are often captioned, “If you know, you know.”

The candy in question. Courtesy of Brewers Supply Group

“I always joke that we hear more about the Salted Nut Rolls [than brewing ingredients],” Coy says. Brewers constantly trade facts and fables about the quantity and size of their candies, and Coy says she hears about it if one brewery feels another fared better. Around the holidays, BSG sends out, at random, the Holy Grail of treats: a two-pound Salted Nut Roll, the size of a log.

“They’re kind of obscene,” Coy says. “It’s a lot of Nut Roll.”

Thorpe says she can’t even estimate how many Nut Rolls she’s consumed during her five-year tenure at Jagged Mountain. Similarly, Bobst says he’d be hard pressed to guess how many have passed through his brewery each year. Because Tin Whiskers makes their Salted Nut Roll Beer in direct collaboration with Pearson’s, whose factory is just down the road, they’re often gifted a stash from them, as well, sometimes still hot off the line.

“All I can say is, it’s a lot,” Bobst says. “A whole lot.”

Gastro Obscura cobre as comidas e bebidas mais maravilhosas do mundo.
Cadastre-se para receber nosso e-mail, entregue duas vezes por semana.


Assista o vídeo: Bristol Craft Beer Festival (Pode 2022).